Memórias de um copo

Algumas paixões são misteriosas. A que eu sinto por Socorro é a que mais me intriga. Eu sou um copo sujo e estou abandonado há dias num canto da pia em meio a restos de comida e talheres de toda espécie. Nós estamos ali, apenas observando as coisas como espectadoras de fora. Continuar lendo

O Banho de Socorro

Enquanto a louça era tomada pelo complexo de rejeição, Socorro estava de pé no banheiro. Era dia de banho. E eram raros. Ela estava esgotada, mortalmente esgotada, e tão imunda quanto a pia da cozinha. Continuar lendo

Diário da louça suja – Parte I

Algo perigoso pairava no ar. Estavam todas irritadas, tomadas pelo medo de viver até o fim de suas vidas numa pia imunda. Pois ao contrário do que os humanos pensam, as louças escutam tudo, não existe inconsciência no mundo das louças. Continuar lendo